O QUE SÃO OS CUIDADOS CONTINUADOS

Os Cuidados Continuados visam manter e melhorar a funcionalidade dos doentes com doenças crónicas.

Têm como objectivos:

 

 

  • Reabilitar: melhorar a funcionalidade com vista a diminuir a dependência;

  • Readaptar: contribuir para a promoção do auto cuidado com vista a assegurar a melhor qualidade de vida possível no quadro das limitações decorrentes da doença;

  • Reintegrar: no meio onde a pessoa se vai inserir: a sua própria casa, residência de familiares ou alguma forma de internamento residencial, nomeadamente em lar público ou privado.


Uma Unidade de Cuidados Continuados deve dispor de parâmetros para aferir a funcionalidade das pessoas internadas, à entrada, ao longo do período de internamento e à saída, assim como prestar cuidados:

  •  De reabilitação;

  • De convalescença, por exemplo, na sequência de internamento hospitalar;

  • Em situação de doença que não carece de elevada tecnologia diagnóstica ou terapêutica hospitalar, como acontece com as doenças crónicas*,  que se encontrem em situação de perda de funcionalidade ou em situação de dependência.

Áreas de actuação
  • Cuidados médicos e de enfermagem;

  • Apoio social, pessoal e hoteleiro;

  • Reabilitação;

  • Treino e ensino (actividades ocupacionais).


 

*doença crónica é a doença ou sequelas que decorrem de patologias cardiovasculares, respiratórias,

génito-urinárias, reumatológicas, endocrinológicas, digestivas, neurológicas e psiquiátricas, bem como de outras situações que sejam causa de invalidez precoce ou de significativa redução da esperança de vida.